Como tirar do papel o sonho de aprender inglês? Crie o plano de estudos perfeito!

Posts Recentes

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Há muito o que aprender na língua inglesa e isso pode parecer uma tarefa impossível de  ser concluída. 

Ao ter um plano de estudos ao invés de focarmos em tudo que temos que aprender ao mesmo tempo, nos dando aquela sensação de desespero, passamos a focar em uma parte disso, a parte que é mais importante para o seu aprendizado agora, dividindo uma grande tarefa em etapas menores. 

Quando você se concentra nessas etapas menores, aprender inglês não parece tão difícil.

Com um plano de estudo avaliar o quanto aprendeu será mais fácil, ajudando na comparação do que você estudou dentro de um período de tempo e o que você absorveu de conteúdo irá deixar claro no que precisa melhorar e focar mais, tornando seu aprendizado mais eficaz.

Quais são as vantagens de ter um plano de estudos eficiente que atenda as minhas necessidades?

Seu plano de estudo o forçará a estabelecer metas. As metas fornecem ideias claras sobre por onde começar e como seguir em frente.

Você terá a oportunidade de criar seu próprio ritmo. Apesar de querermos aprender inglês rápido, entender que você talvez precise de mais tempo em alguns pontos do que em outros te ajudará a lidar com a pressão de ter que aprender tudo às pressas. 

Ao estabelecer o hábito de estudar você ajudará o seu cérebro a criar uma rotina em estar em contato com a língua de forma constante o que te permitirá absorver o conteúdo de forma orgânica e o melhor, de forma a fixar o que aprendeu, já que terá a oportunidade de repetir e rever várias vezes.

Outro ponto importante está relacionado com a mudança de paradigma que você terá. 

Ao criar uma  rotina, você perceberá os seus resultados do seu progresso, e, automaticamente, ficará motivado a estar engajado e continuar evoluindo!

Qualquer plano que crie para sua vida, deve estar relacionado com um objetivo.

Se você não sabe para onde vai ou por que, qualquer caminho é caminho! Então temos que primeiramente estabelecer razões verdadeiras e objetivos claros ao preparar seus planos de estudo.

Para por um momento e responda as perguntas abaixo, tente ser claro e com o máximo de detalhes possível, assim, você saberá as razões reais pelas quais você deve estar motivado a atingir sua meta de falar inglês:

1-Por que eu quero aprender inglês?

2-Quais são meus objetivos e razões? É para trabalhar? É para estudar? Você deseja viajar pelo mundo ou conversar com amigos facilmente? Seu objetivo é compartilhar piadas engraçadas em inglês? Ou é para passar em uma entrevista de emprego?

Agora escreva 5 coisas positivas que você terá com a conquista da sua fluência em inglês. 

Escreva de forma detalhada. Como você se vê? O que está fazendo? Como está sua qualidade de vida agora que atingiu seu objetivo? O quanto você ganha? Quais países você já visitou?

Escreva sobre o seu “EU do futuro” e todas as realizações que você terá na sua vida ao atingir seu objetivo.

Agora releia o que escreveu e determine a razão principal pela qual você deve se empenhar em aprender inglês:

– Trabalho: melhorar desempenho no trabalho atual, mudar de emprego, mudar de cargo, etc.

– Vida pessoal: viajar, conhecer novas pessoas, fazer intercâmbio, etc

– Conquista pessoal: é meu sonho, quero desenvolver outra habilidade, quero provar para mim mesmo que eu consigo, etc.

Nosso próximo passo é criar a conscientização em que momento estou e como ajustar isso para criar a estratégia certa. Responda as perguntas seguintes para que tenha o máximo de informação que irá ajudá-lo a montar seu plano de estudo:

1- Como posso aprender melhor? Qual é o meu estilo de aprendizagem?

Se quiser saber qual seu canal de aprendizado, clique aqui.

2- Você gosta de aprender conversando? Você aprende melhor quando escreve coisas ou olha fotos?

3- Você é uma pessoa matutina ou aprende melhor à noite?

4- Quanto tempo eu tenho?

Com base nas suas respostas selecione usando as referências dos artigos anteriores quais estratégias para o seu nível de aprendizado usará: Visual, Cinestésico ou Auditivo. 

E o mais importante, quanto tempo disponível você tem, criar um cronograma será essencial no seu plano de estudos.

Quero te contar um segredo: o mais importante em um plano de estudos não é a quantidade de horas por dia que terá para estudar, mas sim a frequência na qual o fará. 

Assim, é muito melhor que possa parar para estudar 15 minutos todos os dias, se isso for o único tempo que você tem disponível, do que parar para estudar por duas horas uma vez por semana. 

Um fato importante a respeito de como o seu cérebro aprende, é que se você estiver em contato com o que aprendeu eventualmente, o seu cérebro entende que essa informação não é tão importante, porque ela não está se repetindo, e por isso você esquece. 

Ao passo que se estiver em contato de forma diária, seu cérebro interpreta que, pela quantidade de vezes que essa informação aparece, é melhor dar atenção e que pode ser importante, com isso você inicia seu processo de memorização. 

Não é atoa que todos conhecem o ditado “a repetição é a mãe da retenção.

O próximo passo...

Nosso próximo ponto é a preparação. Muitas pessoas caem no erro de separar o material que irá usar no horário que vai estudar, então, pegam todos os livros possíveis e imagináveis que já compraram ou estudaram na vida, colocam na mesa, juntamente com o computador, e gastam todo o tempo que deveriam estar estudando, tentando decidir por onde começar…

Por isso, esse passo é muito importante!

Responda as perguntas abaixo para que saiba priorizar o que separar para estudar:

  1. Quais recursos de aprendizagem eu possuo ou poderia obter? Você tem um computador, smartphone ou livro didático de inglês?
  2. Você mora ou trabalha perto de uma biblioteca? Você tem algum programa de computador ou aplicativo que o ajudará a aprender inglês?
  3. Se não, você sabe de onde obtê-los? Quanto você está disposto a pagar por recursos de aprendizagem?
  4. Eu preciso de outras pessoas para me ajudar? Quem? Como vou conseguir ajuda deles? A Yes2English pode te ajudar, clique aqui e saiba mais.
  5. Você aprende melhor sozinho ou prefere aprender com outros alunos de inglês? Há algum amigo ou professor para quem você poderia pedir ajuda? 
 

Se quiser fazer seu teste de nível e se preparar para o próximo passo, clique aqui. 

Pessoas são recursos incríveis! Pense em entrar em contato com outros alunos para obter ideias de estudo, compartilhar conquistas com amigos ou buscar orientação de professores.

Ter uma rede de pessoas o ajudará a seguir seu plano de estudo de inglês e progredir no aprendizado.

O plano de estudos

Agora mão na massa! Vamos elaborar seu plano de estudo. 

 Primeiro, use as respostas das suas perguntas para criar o esboço do seu plano de estudo de inglês. Basta seguir estas etapas:

1)   Selecione sua meta de aprendizagem principal:

Escreva seu objetivo principal em uma frase clara. Torne-o positivo e algo que você possa realizar. Por exemplo:

            Minha meta  é fazer uma entrevista de inglês com confiança.

2)   Divida sua meta em etapas menores:

Anote as etapas menores que você terá que concluir para alcançar seu objetivo. Essas etapas podem envolver muitas áreas da comunicação em inglês, incluindo fala, escuta, vocabulário, escrita, leitura, compreensão ou habilidades sociais. Exemplo de etapas menores:

– Memorize palavras do vocabulário relacionadas ao meu trabalho

– Desenvolver habilidades formais de redação

– Ter confiança ao falar na frente de grandes grupos.

3) Defina um cronograma e desenhe o esboço do seu plano de estudo:

Esse programa será de segunda a sexta ou somente de final de semana, ou todos os dias da semana?

Desenhe um plano de estudo visual para sua semana. Isso é tão simples quanto dobrar um pedaço de papel para criar oito colunas. Escreva o nome de cada dia no topo das sete colunas. Deixe uma coluna em branco para fazer anotações.

Escreva as horas do dia ao lado de cada coluna. No início, comece com a hora em que você acorda. No final, termine com a hora de ir para a cama. Inclua todas as horas intermediárias para ter uma linha do tempo vertical.

 

Comece a preencher seu plano de estudos:

Primeiro, adicione suas atividades semanais normais ao seu plano de estudos.

Se você for trabalhar das 8h às 17:30h na segunda-feira, escreva na coluna de segunda-feira ao lado das horas na linha do tempo. Se você também fizer isso na terça, quarta, quinta e sexta-feira, escreva nessas colunas também. Faça isso para todas as atividades que são fixas  durante a sua semana.

Agora pense no número de horas que você calculou para estudar. Comece adicionando tempo para estudo nos espaços disponíveis em sua linha do tempo. Lembre- se de manter o fator frequência nessa decisão.

Você pode dividir em minutos ao longo do dia para se dedicar a diferentes atividades: 5 minutos escutar um podcast as 8 am, 6 minutos de leitura de um artigo em inglês na hora do almoço, etc.

Aproveite o tempo para mover as atividades. Se você se sentir melhor aprendendo de manhã, mude sua ida para academia à noite por exemplo e inclua sua hora de estudos. Mova as atividades para tornar as sessões de estudo mais longas ou mais curtas. Use um lápis para apagar e reescrever seu plano até que você tenha uma rotina semanal que o satisfaça.

Lembre-se de incluir intervalos em seu plano de estudos também!

 

Exemplo:

Segunda-feira

7h: Acordar

7:15h : Café da manhã

8h: Estude inglês em casa

9h: Escute um podcast na viagem de ônibus para o trabalho

9:30h: Começa o trabalho

12:00 almoçar

12:30 ler um artigo de notícias por 6 minutos, anotar vocabulário novo

17h: Termine o trabalho, saia do escritório

17h30: Ir para academia

18h: Usar um aplicativo para treinar a gramática na viagem de ônibus para casa por 15 minutos

18h15: Faça uma pausa para o resto da viagem de ônibus

18:30: Jantar

19:30: Relaxe

22:00: Hora de dormir

Como todo plano de execução após um período sendo colocado em prática, temos que parar, avaliar e medir, para que se precise, ajustar e agir.

Para isso você precisará definir um ponto de verificação para medir seu sucesso:

Escolha um posto de controle. Este é um momento em que você verificará seu aprendizado usando um teste de sua escolha. Recomenda-se testar seu aprendizado a cada duas semanas.

Isso é importante. Os resultados desses testes o ajudarão a organizar seus planos de estudos semanais futuros.

Escreva a data do próximo ponto de verificação na coluna de notas em seu plano de estudo. Por exemplo:

Avaliação: Teste após duas semanas: 15 de Janeiro.

Na sua etapa final, baseado na sua meta principal, organize todo o conteúdo e a ordem na qual irá seguir. Caso sua meta seja uma entrevista de emprego:

Ordem do conteúdo:

– Revisar a gramática: past simple, past continuous, present perfect, passive voice, etc

– Vocabulário: lista com palavras usadas para descrever minha área de trabalho.

– estudo diário: 10 perguntas que frequentemente aparecem em uma entrevista.

– escrita: responder as perguntas

– pronúncia: gravar o áudio com as perguntas e respostas. Incluí-las no meu trajeto de casa para o trabalho 5 minutos diários.

 

Se você seguiu as etapas acima, agora você tem um esboço para um plano de estudo espetacular! 

Faça cópias deste esboço. Isso economiza seu tempo ao criar suas sessões de estudo de inglês todas as semanas.

Agora você pode preencher o plano de estudo com o conteúdo que aprenderá se praticar inglês 6 minutos por dia.

Reveja a lista de habilidades em inglês que você precisa aprender. Isso o ajudará a decidir o que estudar durante a semana, priorize as suas etapas de aprendizagem. Quais os elementos mais importantes que me ajudarão a atingir minha meta mais rápido? Decide quais você precisa trabalhar mais. Além disso, pense em quais habilidades ajudarão a melhorar outras habilidades.

Escreva sua lista ordenada na coluna de notas em seu plano de estudo. Esta lista pode mudar de semana a semana, então reescreva a lista em ordem de importância para a semana que você está prestes a começar. Por exemplo:

  • Ter confiança ao falar na frente de grandes grupos
  • Memorizar palavras do vocabulário relacionadas ao meu trabalho
  • Melhorar o listening
 

Agora use esta lista decidir quanto tempo você quer desprender para melhorar cada uma das habilidades, por exemplo:

O passo 1 deve ocupar 30% do seu tempo de estudo semanal.

O passo 2 deve ocupar 50% do seu tempo de estudo semanal.

A etapa 3 também deve ocupar 20% do seu tempo de estudo semanal.

Esta é uma regra geral. Se você acha que sua segunda etapa precisa de mais tempo de estudo durante a semana, você pode ajustar seu plano de estudo de inglês para atender às suas necessidades.

Escolha as estratégias e recursos que o levarão ao seu objetivo!

O mais importante é estar claro para você que a sua evolução será proporcional ao seu esforço, não ao seu tempo. 

Foque em se esforçar para criar uma rotina regular e constante. 

Coloque seu celular para despertar em cada um dos horários propostos a estudar. Assim você não esquecerá quando chegar a hora. 

Outro ponto importante é não tentar criar um tempo para parar para estudar. Ao passo que você planeja e avalia sua rotina, inclua ao longo do seu dia horários no qual você pode aproveitar para inserir seus estudos, trajeto de casa para o trabalho, pausa para o café da manhã no trabalho, retornar 10 minutos mais cedo do almoço, etc.

Lembre-se que aprender inglês depende de você e da sua ativa participação no seu processo de aprendizagem!

Bons estudos!

7 Estratégias para você alavancar o seu inglês estudando 6 minutos por dia

Aulas dinâmicas e focadas 100% na prática, com metodologia própria para acelerar o seu aprendizado e conseguir se posicionar profissionalmente.

E tem grupos de estudo, interação com o professor o dia todo e muito mais…

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments